• Débora Sasdelli

Só um pedacinho não vai fazer mal!

Atualizado: 17 de Out de 2019

Se você já pensou ou falou essa frase para alguém…

Se seu filho tem um colega com alergia ou intolerância alimentar…

Se você não conhece ninguém que tenha restrições alimentares…


ESSE TEXTO É PARA VOCÊ!


As preocupações dos responsáveis quando seus filhos começam a se alimentar na escola é:

Será que terão opções nutritivas? Como saber que meu filho se alimentou bem?

Agora, imagina as preocupações dos responsáveis de uma criança com restrições alimentares?

Será que o ambiente é seguro? Será que vão excluir meu filho nos momentos das refeições?”

Seja uma alergia ou uma intolerância, o que eles desejam acima de tudo é segurança. Ter a garantia de que seus filhos estarão se alimentando sem correr riscos.


Dê uma lida nos cartões abaixo para conhecer um pouco mais sobre as principais restrições alimentares:



Independente se for apenas 1 aluno da escola toda, é justamente o conhecimento e a colaboração de todas as pessoas presentes no ambiente escolar que farão a diferença para essas crianças não se sentirem excluídas.


Por não saberem lidar com essa situação e por medo da criança ingerir acidentalmente algum alimento que não pode, muitas vezes essas crianças são isoladas durante o recreio ou excluídas de lanches coletivos, das festas e datas comemorativas. Apesar de parecer uma decisão pela segurança da criança, pode ter consequências traumáticas.


Existe uma deficiência tanto em conhecimento, quanto em preparo dos funcionários das escolas. Estas questões devem ser discutidas conjuntamente entre responsáveis, profissionais de saúde, cantina e educadores.


Atenção: se você desconfia que seu filho possar ter alguma alergia ou intolerância alimentar, procure um profissional da saúde para ajudar no diagnóstico e tratamento.

89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ficou com alguma dúvida? fale com a gente:

4003-3341

Siga nossas redes sociais

Nutrebem © Todos os direitos reservados.