Por que o agendamento de lanches é uma grande oportunidade para sua cantina

O agendamento de lanche surgiu para atender as demandas da cantina em tempos de pandemia, mas o que estamos descobrindo é muito maior.

Saiba como essa modalidade irá transformar a forma que sua cantina escolar atende os primeiros anos escolares.

Comportamento de consumo das crianças na cantina escolar


Você já se perguntou qual é o segmento escolar que mais frequenta a sua cantina escolar?


Já parou para pensar que, diferente de uma lanchonete, a cantina opera em um ambiente fechado e sua receita é diretamente proporcional a frequência de consumo dos mesmos alunos durante a semana?


Essas e muitas outras perguntas foram respondidas através de uma análise quantitativa, quando paramos de olhar o resultado individual de cada cantina parceira e passamos a pensar da seguinte forma: e se a Nutrebem fosse uma única cantina escolar?

Uma cantina gigante...


Imagine um cenário onde uma cantina atendesse 120.000 alunos... Pois é, essa seria a cantina Nutrebem, considerando todos alunos cadastrados em nossa base de todos os parceiros.


Analisamos diversos comportamentos dos alunos na cantina em 2019 e em primeiro lugar, comprovamos algo que pode parecer familiar para você: a adesão é muito baixa no ensino infantil e início do Ensino Fundamental 1...

A gente sabe que isso tem uma explicação. É improvável um responsável ter interesse em permitir que uma criança de 6 anos ou menos, ainda em fase de alfabetização, faça escolhas alimentares ou lide com pagamento na cantina.


Ainda observando o gráfico, essa adesão vai aumentando, atingindo o pico entre o fim do Fundamental 1 e início do Fundamental 2, em seguida começa a cair no Ensino Médio.


Esse cenário demonstra a adesão em relação a usuários da Nutrebem. Na Cantina, os alunos mais velhos deixam de utilizar a Nutrebem, devido a uma maior independência e autonomia, mas não a cantina escolar.


Em um cenário mais realista, a curva da cantina, considerando o uso do dinheiro no Ensino Médio, se comportaria dessa forma:

Mas qual é a relação do Agendamento de lanches com isso?


Mostramos acima que a divisão dos tickets emitidos pela Nutrebem se concentra basicamente no ensino fundamental 2 e Médio.


Vimos que até antes da pandemia o uso da cantina pelos alunos menores era totalmente esporádico (talvez no famoso lanche de sexta-feira, já assumindo que a cantina não tem um cardápio interessante)


Isso demonstra uma preocupação maior dos responsáveis com as crianças pequenas em relação a cantina e a falta de capacidade de atendimento da cantina em relação a esses segmentos...


Uma criança de 3 anos não vai realizar um pagamento com dinheiro vivo, tampouco irá ir até o balcão da cantina escolher o lanche do dia.


Quem opera com crianças menores, sabe como é manual o trabalho de viabilizar esses pedidos, com anotações na agenda, entrega, logística...


A nossa avaliação é que antes a cantina nunca se preocupou com esses segmentos porque a "fila grande" das crianças do fundamental 2 e Ensino médio no recreio sempre pagou as contas do mês. Talvez seja por isso que nunca desenvolvemos um pensamento para atender todos os segmentos escolares.


Temos duas barreiras aqui: um meio de pagamento e um cardápio adequado para as crianças mais novas


Conectando os pontos


Essa crise veio para nos fazer refletir sobre os problemas da nossa operação que nunca pensamos.


Acredito que nessa altura você já tenha conectado os pontos. Com o agendamento de lanches, os responsáveis fazem a escolha dos lanches da semana. Por ser um processo de compra muito mais planejado, as cantinas tiveram que adaptar os cardápios para ter menos itens e apresentar uma oferta de produtos mais nutritivos.


Isso digitalizou 100% o acesso a cantina.


Como falamos no último artigo, a Nutrebem, apesar de ser uma conta digital com acompanhamento nutricional, com diversos meios de pagamento, ainda era muito associada ao cartão e ao terminal de autoatendimento.


Com a pandemia, transformamos a cantina em um verdadeiro Delivery.


Nunca imaginamos que em um contexto normal a cantina conseguiria fazer vendas agendadas, ou seja, antecipar a receita, em um cardápio 100% digital e avaliado nutricionalmente.


Acreditamos que existe uma grande oportunidade para as cantinas atenderem todos os segmentos escolares com o agendamento de lanches mesmo após a pandemia.


Esse é o tipo de adaptação que tivemos que fazer para sobreviver na pandemia, mas analisando de outra forma, poderemos sair bem mais fortes em 2022.


Com a digitalização total da cantina e do processo de vendas, uma cantina escolar será capaz de captar novos alunos desde o ensino fundamental. Um cliente para os próximos 10 anos.


A crise força mudanças, portanto é importante estarmos abertos para adaptações em um momento que os responsáveis e a escola estão mais abertos para ouvir a cantina.


Podemos juntos entregar um serviço muito melhor e mais seguro para o retorno das aulas presenciais. Conte sempre conosco!

Espero que tenha gostado das dicas.


Desejamos um excelente e seguro retorno a todos. Para assistir a live completa, clique aqui.


Até a próxima!

85 visualizações