• Débora Sasdelli

Criança só quer saber de doces e salgadinhos…

Atualizado: 17 de Out de 2019


Com certeza você já ouviu ou até mesmo já falou frases sobre as crianças como “ele não come nada verde”, “ela não gosta de frutas”, “só querem saber de salgadinhos e doces”.


Mas será que elas refletem a verdade? Ou talvez por serem frases tão comuns e faladas com tanta frequência, os adultos acabam nem se questionando, assumindo que são fatos irreversíveis e desistem de tentar qualquer mudança?


A grande pergunta é: o que está sendo oferecido para elas? Elas têm outras opções para escolher? Ou ao assumirmos que as crianças só gostam de determinados alimentos, deixamos de disponibilizar outros? Quando elas recusam algo que oferecemos, a próxima opção já é sempre o alimento preferido delas?


MENU INFANTIL


Já reparou que nos restaurantes as opções para as crianças (normalmente separada em um canto como “menu kids” ou “menu infantil”) são sempre as mesmas? É basicamente macarrão com manteiga ou ao sugo, bife com batata frita ou frango com arroz branco.


Será que todas as crianças gostam de comer apenas isso? A repetição dessas opções em vários restaurantes acaba desestimulando as crianças a consumirem outros tipos de preparações. Ao invés da experiência de comer fora ser uma oportunidade de provar novos alimentos, como é para os adultos, ela acaba reforçando a ideia de “comida de criança”.


MAS SE DEIXAR, ELES SÓ VÃO COMER DOCES…


E se deixar, você também não comeria seu prato preferido todos os dias? Mas não faz isso pois sabe da importância de ter uma alimentação variada e dos prejuízos que uma alimentação com apenas um tipo de alimento pode ter. E é justamente a mesma questão com as crianças: ensinar e explicar por quais motivos um alimento, como doces e salgadinhos, não deve aparecer diariamente em nossa alimentação.


Além disso, não tendo esses alimentos disponíveis sempre, a criança naturalmente terá que aprender a fazer outras escolhas.


OFERECER SEMPRE!


A melhor forma de estimular o consumo de novos alimentos: oferecer sempre e ser o exemplo. Com qual frequência os alimentos e preparações rejeitadas aparecem em casa ou em outros ambientes? Você consome esses alimentos quando está compartilhando as refeições com seu filho (a)?


Tanto para as crianças como para os adultos, um alimento novo precisa de várias chances para nos acostumarmos e gostarmos do sabor dele. Por isso, mesmo que seu filho (a) rejeite, não deixe de ter em casa, não deixe de colocar à mesa, não deixe de oferecer.

Quanto mais familiar for o alimento e quanto mais oportunidades a criança tiver, mais provável será que ele se torne parte de seu repertório alimentar. O que não podemos é limitar o paladar das crianças. Elas querem aquilo que alguém as ensinou a querer.



0 visualização

Sobre a Nutrebem

Nome fantasia: Nutrebem

Razão Social: Easy Food do Brasil S/A

CNPJ: 13.458.756/0001-20

Av. das Américas, 8445/903, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ

Contatos

         4003-3341

         relacionamento@nutrebem.com.br

Nutrebem © Todos os direitos reservados.