3 mitos sobre o cardápio ideal da cantina escolar

Atualizado: 29 de jul. de 2021

Como atender a diversidade das famílias e as inúmeras interpretações sobre o que é nutritivo na sua cantina escolar

 

Mitos sobre o cardápio


No último Papo de Cantina, trouxemos uma discussão bastante comum entre os operadores de cantinas escolares: "o que eu devo vender na minha cantina?"


A ideia é que quanto mais nutritivo for o cardápio, melhor. Mas isso funciona na realidade?

Por mais que a alimentação nutritiva seja a nossa bandeira, o recreio é um momento de alimentação social (considerando um cenário sem pandemia) e de grande diversidade.


O que é saudável para uma família, pode não ser para outra. Para uns, o grande vilão é o açúcar, para outros a gordura saturada ou o excesso de sódio...


E quem está no olho desse furacão, você deve imaginar: a cantina escolar.


O objetivo desse artigo é dar argumentos aos operadores de alimentação escolar, desmistificando alguns mitos comuns em relação a cantina escolar. Vamos lá?


Se preferir assistir O Papo de Cantina completo, clique aqui.

 

Mito 1: tem que ser tudo nutritivo?


Como dissemos na introdução acima, não é viável ter um cardápio 100% nutritivo. O que nós buscamos é o equilíbrio para atender a diversidade das famílias: 1/3 muito nutritivo, 1/3 moderado e 1/3 pouco nutritivo.



No app da Nutrebem você consegue ver o equilíbrio do seu cardápio. Como está essa divisão hoje? Você pode equilibrar essa balança não só adicionando produtos mais nutritivos, mas também excluindo produtos pouco nutritivos. Lembre-se que quanto mais seguros os responsáveis se sentem com a sua oferta nutricional, mais dias por semana eles permitem o consumo no ambiente escolar.


 

Mito 2: Quanto mais opções, melhor!


Não confunda a diversidade das famílias com abraçar o universo de possibilidades que isso vai gerar no seu cardápio! Esses dados abaixo são das mais de 400 escolas em que operamos e podem ajudar a ajustar o foco para o que mais importa.




 

Mito 3: Preciso ter as melhores marcas?


Nós entendemos que a credibilidade é algo fundamental para iniciar toda relação baseada em conquista de confiança. No ambiente escolar, tanto a escola quanto as famílias entregam a responsabilidade de alimentar as crianças aos operadores da cantina. É muita responsabilidade, não é?


Mas será mesmo que a única saída para iniciar essa relação é comprar industrializados conhecidos? Será que o sabor de casa, o suco da fruta feito na hora, o bolo caseiro, entre outros, não possuem a capacidade de criar uma conexão emocional com os responsáveis de forma muito mais eficiente?


Existem exemplos de diversas cantinas parceiras da Nutrebem que operam 100% com produtos caseiros e possuem uma margem de lucro muito maior, além de alimentar melhor as crianças com produtos naturais.


Nesse artigo, contamos os segredos de uma cantina que encantou toda uma comunidade escolar. Confira!

 

Espero que tenha gostado das dicas. Quem é nosso parceiro também pode utilizar nosso kit digital. O importante é começar, e para te apoiar, estaremos aqui!


Desejamos um excelente e seguro retorno a todos. Para assistir a live completa, clique aqui.


Até a próxima!

54 visualizações